Entertainment

X-Men '97 foi uma derrota profunda para os heróis mutantes da Marvel – porque Magneto estava certo

A Marvel Studios tem uma história de vilões simpáticos. Desde a fase três do Universo Cinematográfico Marvel, temos visto cada vez mais vilões simpáticos com histórias trágicas, ou pelo menos objetivos compreensíveis e relacionáveis ​​com abordagens equivocadas. Isso, é claro, culminou com o golpe duplo de Killmonger e Thanos. O primeiro procurou corrigir um terrível erro histórico e usar o poder de Wakanda para contra-atacar os opressores, enquanto o último procurou fazer o que achava que deveria ser feito para colocar o universo de volta em equilíbrio. Desde então, a Marvel – assim como a Disney em geral – exagerou com os vilões simpáticostornando difícil torcer pelos heróis.

Nenhum vilão exemplifica isso melhor do que Magneto. Desde sua aparição no primeiro filme “X-Men” em 2000, este sobrevivente do Holocausto tem sido fácil de torcer. Não ajuda que seu grande plano maligno fosse transformar as pessoas em mutantes para que pudessem entender as pessoas que odiavam, ao mesmo tempo que lhes dava poderes legais e os levava para o próximo passo na evolução. Ainda assim, em comparação com os X-Men, que lutaram abnegadamente para proteger a humanidade e os mutantes daqueles que poderiam prejudicá-los, ou mesmo transformá-los contra sua vontade, Magneto estava comparativamente errado. Simplificando, mesmo que Magneto esteja certo, ele é pior que Xavier.

Bem, isso mudou em “X-Men '97”, porque o final não apenas reitera que os humanos são uma espécie horrível, mas mostra que o caminho da tolerância de Charles Xavier é pavimentado com corpos de mutantes mortos. Além do mais, mostra que o próprio Xavier é capaz de atos de violência brutal completamente desumanos quando está de costas contra a parede, a mesma violência desumana e brutal pela qual ele constantemente dá sermões em Magnus.

Source

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button