Sports

Kylian Mbappé é o GOAT do PSG – mas não é amado como um

No fim, Kylian MbappéA despedida de Paris do Parc des Princes ecoou sua passagem pelo Paris Saint-Germain.

Houve mais um gol, outro troféu e um passo mais perto de outro recorde – o primeiro jogador na história do futebol francês a ganhar a Chuteira de Ouro da primeira divisão em seis temporadas consecutivas.

Houve um tifo montado pelos ultras do clube na arquibancada de Auteuil antes do início do jogo para homenagear seu legado – uma imagem de sua celebração característica, de braços cruzados. Havia também uma faixa que dizia: “Filho do banlieue parisiense, você se tornou uma lenda do PSG”.

Mas este jogo não foi uma celebração completa dos seus sete anos em Paris. Sim, houve canções em homenagem a ele, mas também algumas vaias e assobios antes do início do jogo, quando seu nome foi lido. A noite terminaria com a conquista do troféu, mas também com uma derrota para o Toulouse, apenas a segunda derrota do PSG na campanha. Luis Enrique classificou-o como o pior desempenho da temporada.

Considerando o impacto que Mbappe teve no PSG, a sua expulsão foi desanimadora. O foco principal da noite foi a conquista do título, e não a despedida de Mbappe. O PSG comemorou o 12º triunfo na Ligue 1, um feito que traz luz ao topo do futebol francês, agora com dois pontos de vantagem sobre Marselha e Saint-Etienne. Foi também o 50º grande troféu do clube. Foi recebido com uma festa chamativa, orquestrada pelo célebre compositor parisiense Thomas Roussel.

Anúncio de Mbappe – feito em um vídeo de quatro minutos na sexta-feira por meio de seus canais de mídia social – foi um aviso muito curto para muitas outras coisas. Não houve declaração ou postagem simultânea do clube. Eles foram pegos de surpresa.

vá mais fundo

VÁ MAIS FUNDO

Mbappé vai deixar o PSG – o que isso significa para ele, para o clube e para o Real Madrid?

Mas Mbappe não poderia deixar o PSG sem esclarecimentos antes do último jogo do clube em casa na temporada. As semanas de insinuações sobre o seu futuro não poderiam prolongar-se além disso. Não revelou o seu destino, que todos em Paris esperam que seja o Real Madrid, mas confirmou que, desta vez, foi realmente um adeus.

A forma como seria recebido pelo Parc des Princes, pela última vez, sempre seria o foco. Os apoiadores o aplaudiriam? À primeira vista, não elogiar o maior goleador do clube pode parecer estranho, mas este é o PSG e este é Mbappe, e os últimos sete anos de drama fora de campo dificilmente teriam nenhum impacto.

Ho vídeo do adeus tinha dicas disso; Mbappe agradeceu a quase todos no clube, incluindo todos os seus ex-técnicos. Não houve referência, porém, ao presidente do clube, Nasser Al-Khelaifi, nem ao ex-diretor esportivo Antero Henrique.


Kylian Mbappe e a equipe do PSG comemoram a conquista do título da Ligue 1 (Franck Fife/AFP via Getty Images)

Só a última temporada terá contribuído para isso. Depois de informar ao clube que pretendia sair no final do contrato, em vez de acionar a opção de prorrogação por mais um ano, foi informado pelo PSG que teria de prorrogar o contrato ou seria vendido. Ele era então jogado sem cerimônia no 'esquadrão antibomba'o grupo de indesejáveis ​​listados para transferência, e omitido da turnê de pré-temporada do clube no Japão e na Coreia do Sul.

Foi apenas o último episódio da novela Mbappe-PSG. Em 2022, ele parecia pronto para assinar pelo Real Madrid, mas deu meia-volta tardiamente e assinou um contrato lucrativo. Um ano antes, o verão foi dominado por especulações sobre o seu futuro. Grande parte de sua passagem pelo clube pareceu, até certo ponto, um longo adeus. Isso pode ser cansativo.


O brilho de Kylian Mbappé


Mbappe pode muito bem estar ciente disso. Na sexta-feira, após o vídeo de anúncio, Mbappé participou de um churrasco com os ultras do clube no Parc des Princes. Visto de fora, parecia um ato de boa vontade antes de sua partida. Na temporada passada, Mbappe fez parte de uma equipe que foi questionada ao receber as medalhas pelo título da Ligue 1, mas evitou o pior e seu relacionamento foi reconstruído ao longo do tempo.

Ao longo desta temporada, ele não foi incomodado pelos ultras, apesar das especulações fora de campo. No domingo, houve alguns assobios antes do início do jogo, mas depois do tempo integral, durante a elevação do troféu, ele recebeu três xingamentos do locutor da jornada, Michel Montana. Houve também o tifo após o aquecimento. Mbappe foi cumprimentar os ultras e observou o tifo ser levantado à sua frente. Foi acompanhado por cantos de Mbappe.


Um tifo gigante representando Mbappé foi erguido antes do pontapé inicial na noite passada (Miguel Medina/AFP via Getty Images)

Isso foi apropriado porque, apesar de tudo, o PSG ainda se lembrará dele como o melhor parisiense de todos os tempos. Ele nasceu em Bondy, nos arredores de Paris, e voltou à capital para quebrar uma série de recordes pelo clube, tudo antes de completar 26 anos.

Seu gol contra o Toulouse levou-o a 256 pelo clube, ampliando sua posição como o maior artilheiro de todos os tempos do clube. Pelo PSG, é também o que tem mais golos na Europa, mais hat-tricks, mais 'dobras' e mais golos num único jogo (cinco). Ele ajudou a França a vencer a Copa do Mundo, marcou em sucessivas finais de Copa do Mundo, incluindo um hat-trick, ganhou a Chuteira de Ouro do torneio e se tornou capitão da seleção nacional.

Esse é o seu legado esportivo e os fãs também se lembrarão dele por tudo isso. Seu gol no domingo foi um excelente exemplo, com uma explosão de ritmo incompreensível, combinada com um controle sublime e uma finalização gelada – mas ele também jogou em uma época no PSG que não será lembrada de forma tão favorável.


Mbappe comemora seu último gol no campeonato pelo PSG, contra o Toulouse (Franck Fife/AFP via Getty Images)

Tem sido uma época de política, de poder dos jogadores e, fundamentalmente, de ambições não realizadas para o clube na Liga dos Campeões. É um período que terminou com desilusão, um sentimento definido pelos protestos dos torcedores no verão passado, que agora começa a se dissipar à medida que o clube se afasta dos jogadores superestrelas em direção a uma nova era e uma nova identidade.

Com o tempo, Mbappe certamente será lembrado com mais carinho, como indiscutivelmente o seu melhor talento e um ícone do clube.

Neste momento, porém, o PSG e os seus apoiantes estão impacientes para inaugurar um novo capítulo.

Os fãs olharão para trás com carinho para sua grandeza, mas, como ilustrou domingo, as lembranças do barulho fora do campo permanecerão. O sentimento que saudou a sua despedida não é inteiramente afetuoso.apesar de tudo o que foi alcançado.

(Foto superior: Franck Fife/AFP via Getty Images)



Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button